antalya escort ataşehir escort bahrain escorts abu dhabi escorts agario agario unblocked agario

O CICLO INTERCULTURAL DE INICIAÇÃO ACADÊMICA PARA ESTUDANTES INDÍGENAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA.

AUTOR: ROSELI ALVES.

ORIENTADORA: Prof.a Dr.a Isabel Cristina Rodrigues.

Baixe a versão completa.

RESUMO

A partir da implantação da Lei Estadual No 13.134/2001, modificada posteriormente pela lei No 14.995/2006, que estabeleceu a criação das vagas suplementares para os indígenas nas universidades públicas do Estado do Paraná, várias foram as estratégias da Comissão Universidade para os Índios (CUIA) visando fortalecer o ingresso, a permanência e a integralização dos cursos pelos estudantes universitários indígenas nas Instituições de Ensino Superior do Estado do Paraná (IES) beneficiados pela lei. Dentre estas, está a experiência da implantação do Ciclo Intercultural de Iniciação Acadêmica pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), o qual foi criado em 2013 e implantado em 2014. Ao ser aprovado no Vestibular dos Povos Indígenas, o estudante se matricula passando a frequentar o Ciclo obrigatoriamente por um ano e, sendo aprovado, realiza a matrícula no curso de graduação de sua escolha. Este curso tem como meta fortalecer a permanência destes estudantes na UEL, diminuindo a evasão e consequentemente elevando o índice de formandos. Consta no trabalho, primeiramente, as contribuições da CUIA-Estadual – a qual figura como principal responsável e norteadora de políticas de permanência dentro das IES – segue mostrando as demandas da CUIA-UEL e, posteriormente, descreve o Ciclo como instrumento de ação necessário ao fortalecimento da política pública de ação afirmativa no Paraná. Como referencial teórico apresenta-se especialmente as contribuições dos pesquisadores de ações afirmativas e da inserção dos povos indígenas nas universidades do Estado do Paraná, a compreensão sobre as Fronteiras Étnicas, por Fredrik Barth (1998), a Teoria de Campo de Bourdieu (1996), as relações entre “agentes colonizadores” e “colonizados” ensinados por Balandier (1969) no campo da Antropologia Política, seguindo a orientação metodológica para o estudo de caso abordado por Yin (2001) e para as entrevistas semiestruturadas utilizou-se da técnica do gravador de acordo com Queiroz (1991). O estudo teve como metodologia o acompanhamento das reuniões e atividades do Ciclo Intercultural e das ações da Comissão Universidade para os Índios (CUIA); realização de entrevistas abertas semiestruturadas com integrantes da CUIA e com os estudantes e educadores do Ciclo; revisão da literatura sobre o assunto e análise dos atos normativos de criação e funcionamento do mesmo. Com este trabalho espera-se refletir sobre a possibilidade de ampliação do “Ciclo Intercultural” para as IES públicas do Paraná.

Palavras-chave: Povos Indígenas. Ciclo Intercultural. Ensino Superior. Políticas Públicas. Ação afirmativa. Paraná.

 


RSS
Hair Loss
jingling Htaccess 301 Yönlendirme viagra fiyatı 2018 Trkiye Viagra satan resmi olarak alabileceğiniz viagra fiyatları gibi konularda sizlere yardımcı olacak viagra fiyatı indirim yapan resmi satış sitesidir. Sizleride Bekliyoruz
Cialis fiyatları konusunda bir çok tecrbeye sahip dnyada cialis satın almak isteyen tm erkeklerin tek adresi
porno izlemek isteyen kişiler için hazırlanmış btn videoları bulunan önemli bir site trkçe alt yazılı porno izlemek isteyen sitemizi ziyaret edebilirler